Categorias: De Psi para Psi, Teoria Psicanalítica

Mecanismo de defesa: REGRESSÃO

O mecanismo de defesa da regressão foi tomado pela psicanálise de diversas maneiras, e há quem defenda, inclusive, como método de tratamento analítico. 

Para Freud, a regressão diz respeito ao retorno da nossa energia psíquica (libido) para fases anteriores do desenvolvimento sexual, ou seja, quando obstáculos psíquicos internos impediram o curso natural de nosso desenvolvimento, produzindo fixações muito intensas que levaram a regressão.

A lógica é: “eu volto para o conhecido, quando o novo é difícil demais de suportar”.  

Winnicott foi um outro importante autor que trabalhou com o conceito de regressão, através de sua teoria do amadurecimento pessoal. Nela, a regressão aparece como uma defesa contra falhas ambientais do passado – na história do indivíduo o ambiente externo não proveu o necessário, e portanto, ficou-se congelado. 

A lógica é: “eu permaneço na falha, onde não pude receber o suficiente do outro”.

Nesse sentido, a regressão pode ter também efeito de cura quando, dessa vez, um ambiente acolhedor (como o da análise, por exemplo) pode prover adequadamente as condições necessárias para o sujeito desenvolver-se. 

Deixe seu comentário